Além das 102 opções de praias, Ubatuba possui uma rica gastronomia que não decepciona quem chega à cidade do Litoral Norte paulistano. O sabor caiçara mistura-se à influências da cozinha francesa, italiana, portuguesa, mexicana, japonesa, entre outros… Durante quatro dias em Ubatuba pude percorrer alguns dos melhores restaurantes da redondeza e claro, compartilho com vocês as opções que mais curti!

Bora lá!

Café Pagu: diversidades de sabores

Localizada na Vila dos Pescadores, novo point gastronômico e cultural de Ubatuba, a casa tem o peixe como principal ingrediente do cardápio. Entre os pratos mais procurados pelos clientes está o Caiçara (peixe do dia temperado com alho, limão e gengibre grelhado, com um toque levemente indiano, e que acompanha batata doce e banana da terra assadas, taioba, arroz, feijão e salada). By the way, essa foi a minha escolha e quase lambi a louça de tão bom!

IMG_6795

Um dos pratos mais pedidos: Caiçara

Outra delícia é o Curry Tailandês (peixe do dia cozido no molho de leite de coco com pasta de curry tailandesa, gengibre, capim-limão e limão, servido com legumes variados e arroz). Há ainda opções vegetarianas, como o Árabe (falafel servido com salada, arroz, iogurte seco e za’atar – mistura de especiarias usada como condimento, originária do Oriente Médio – , harissa – molho de pimentão vermelho – , molho de manga e berinjela assada).

IMG_6790

Suco de juçara com banana: aprovadíssimo

Se você for uma formiga…  prepare-se para devorar os cupcakes de limão siciliano, bolo vegano, cocada com flor de laranja… 😍🤤Haaaa e tem mais: não saia de lá sem provar o suco de Juçara (primo do açaí) com banana! Dos deuses!

O cardápio muda quase todos os dias e a responsável por essas delícias atende pelo nome de Christine Bonnell. A chef americana largou tudo na terrinha do Tio Sam para morar em Ubatuba. “Minha gastronomia é global com ingredientes locais e toque caiçara”, disse ela, que além de cozinheira, dá aulas de culinária natural e saudável, é fotógrafa, antropóloga cultural e terapeuta. Vale lembrar que todos os pratos são feitos com alimentos orgânicos e variam de R$24 a R$ 35.

Serviço
R. dos Pescadores, 20 – Centro, Ubatuba
Aberto: quartas feiras, das 9h às 17h (com participação da Feira da Rede Agroecológica
Caiçara até às 13h). Sexta e Sábado: 12h às 00h – refeições completas até às 22h, e porções até o encerramento das atividades. Domingo: das 12h às 18h.
Música ao vivo: todas as quintas, sextas e sábado à noite e domingo das 12h às 18h
Capacidade: 40 pessoas.

Casa Cannelle: alma caiçara

Eu mal pisei no sobrado e já saí clicando tudo em volta. Sabe casa de avó? Mercearia antiga? Eu voltei no tempo ao entrar na Casa Cannelle, no Itaguá. A decoração é toda retrô: de um lado você vê louças, bules e balanças, do outro, diversas câmeras fotográficas antigas, bicicleta, quadrinhos… (todos os itens garimpados em viagens realizadas pelas proprietárias Michele Gilaberte e Vanessa Campiolo).

Mas é nos fundos da casa que vem a maior surpresa, um jardim lindíssimo (de frente pra praia) transforma-se num exclusivo restaurante. Em cima das mesas, o cardápio enrolado guarda a sete chaves as opções do dia. Detalhe: ele é feito a mão! ♥ (adivinha quem levou o menu pra casa? rs). Segundo as donas, a cozinha da casa é artesanal e trabalha com produtos sazonais locais dentro do contexto slow food.

IMG_6912

O restaurante comporta apenas 30 pessoas

No dia da minha visita experimentei casquinha de jaca verde com vinagrete de pupunha cru (sério, lembra muito siri! Aliás, a entrada é uma boa alternativa pra quem não come carne) e filé de peixe grelhado acompanhado de purê de taioba com mandioca e farofa de banana. A sobremesa não poderia ter sido melhor: torta de cacau com caramelo (Guenta coração!). Os preços variam bastante. Há pratos por R$59, R$67…

→ O restaurante também serve café da manhã às sextas-feiras organizado pela artista plástica, chef de culinária e blogueira  do @DigaMaria, Maria Capai. Os pães são feitos com levain e muitas horas de fermentação natural. A manteiga é da roça e as geleias são de frutas colhidas em Ubatuba. #ficaadica

Para os chocólatras: A Casa Cannelle vende um dos doces mais gostosos que já provei! É a marca Theobroma Chocolates Naturais criada por Débora Martins. A jovem, que lutou contra distúrbios alimentares durante 15 anos, desenvolveu um alimento nutritivo, natural e saboroso onde pudesse comer sem culpa! “Os chocolates industrializados são produtos químicos, possuem conservantes e gorduras prejudiciais ao corpo, além de provocarem compulsão”, explica.

IMG_6922

Chocolates feito com cacau e óleo de coco. Eles recebem embalagens feitas de folhas secas. Muito fofo né!

As barrinhas da Theobroma são naturalmente funcionais e os ingredientes usados são apenas dois: cacau (estabilizador de humor, rico em antioxidante e energético de baixo índice glicêmico) e óleo de coco (bactericida, fungicida, lubrificante, e de características imbatíveis no quesito limpeza interna). Eu comi apenas um quadradinho e fiquei satisfeita, não rola aquele vício todo…

Serviço:
Casa Cannelle – Avenida Guarani, 240 – Itaguá
Abertos de quarta a sábado, a partir das 18h. Domingo: do meio dia às 18h.
Capacidade: 30 lugares, preferencialmente com reserva.
Fone: (12) 3833-8921

Francisco Risoteria: comida italiana de qualidade

Assim como a Casa Cannelle, o restaurante Francisco Risoteria me chamou atenção, inicialmente, pelo decor. Todas as mesas levam o nome de grandes astros da música como Michael Jackson, The Beatles, Rollings Stones, entre outros. O ambiente, rústico e sofisticado, possui ainda vinis, livros, jogos de tabuleiro, fliperama, além de um espaço totalmente dedicado às crianças. “A ideia é sentir-se em casa!”, conta o chef Antonio de
Carvalho.

Mas vamos ao que interessa: the food!! Minhas escolhas foram: bolinho de risoto italiano na entrada, ravioli de ricota com amêndoas (levíssimo) e bolo de laranja feito com farinha de arroz acompanhado de sorvete de café com leite! Queria comer uns três pedaços, mas fiz a fina! 🙂 Quando a gente fala em restaurante italiano, já imaginamos algo pesado né? No dia pensei: “putz, vou dormir toda estufada (rsrs)”. Mas não, as massas e risotos são levinhos e servidos na quantidade certa! Os pratos vão de R$25 (entrada) à R$92 (risoto de camarão).

IMG_7229

Meu ravioli de ricota com amêndoas

Serviço
Francisco Risoteria
Avenida Milton de Holanda Maia, 160, Ubatuba
(12) 3833-3617 / (12) 9 8174-0880

Terra Papagalli

É uma ótima opção para o pós-praia. A casa, localizada no Itaguá há 27 anos e comandada por Vanice Rahal, possui varanda à beira mar, jardim de bromélias e à noite recepciona os visitantes à luz de velas. O cardápio é sazonal e à base de grelhados, legumes e frutas. Eu comi peixe ao molho de gergelim, corações de palmito, arroz vermelho e farofa de bananas. Teve sobremesa? Lógicooo! Sorvete de creme com amora flambada!

Serviço:
Terra Papagalli – Rua Xavantes, 537B – Praia do Itaguá. Aberto quarta-feira: das 18h às 23h. Quinta-feira: das 12h às 23h. Sexta e sábado: das 12h à meia noite. Domingo: das 12h às 18h. Capacidade: 75 pessoas. Fone: (12) 3832-1488

Croissant do Francês: gastronomia rústica

Aberta há quatro meses, a Boulangerie e Rotisserie Croissant do Francês, na Vila dos Pescadores, surgiu timidamente durante os fins de semana vendendo apenas pães com ingredientes de primeira qualidade. Aos poucos, o Chef Patric Berjeaut entendeu que seus clientes queriam muito mais do que apenas um café da manhã e passou a servir almoços e chá da tarde. No cardápio: peixe, camarão, caranguejo, lagosta, siri… : “Criei minha identidade gastronômica, gosto de chamar minha culinária de ogra, quem vem aqui sai lambuzado, estalando a língua, chupando os dedos. Mas sai feliz”, garante.

IMG_7656

O chef Patric Berjeaut

O menu não é fixo e tudo depende do que há no mercado de peixe, localizado ao lado do restaurante. “Elaboro o que a inspiração mandar”, diz. Uma das sugestões da casa é o Piaff (marisco fresco, com camarão croc-en-bouch e salada de batatas acompanhadas de fatias de pão italiano). O prato serve duas pessoas e custa R$142.

IMG_7666

Peixe com batatas e cebola

A casa oferece, ainda, opções de sanduíches: o Saint Honoré, por exemplo, é um mini pão italiano com pasta de 5 queijos e mostarda Dijon. O Nigel Mansel é um croissant com rosbife da casa, queijo canastra e maionese de Porccini Italiano. Ambos a partir de R$36,00 cada.

Pensa que acabou? Saca essa foto aí embaixo!! Massa folhada crocante e sorvete de chocolate com hortelã. A casca vem quentinhaaaa pra mesa! Eu devorei tudoooo rs. Há também moulin de laranja com torresmo de casca de laranja, trufouse de nozes com chocolate e saquê e pain au chocolat.

Serviço
Croissant do Francês – Rua dos Pescadores, 4. Ilha dos Pescadores
Aberto: Quartas-feiras: das 7h30 às 14h. Sábado e Domingo: das 02h às 15h
WathsApp: 12996379081

Mangarito: 100% saudável

O restaurante, idealizado por Pedro Reinaldo Braga e Gabriela Lima, vem se destacando por manter em seu cardápio alimentos 100% saudáveis. Alguns pratos mudam semanalmente, de acordo com a estação e a disponibilidade dos produtos. Há opções de risotos, massas, caldos e lanches.

Captura de Tela 2018-10-07 às 20.33.39

Sanduíche de tahine amendoim (Foto: Divulgação)

Eu experimentei os sandubas do Mangarito, deliciosos! Comi os pãezinhos quando fiz a Trilha das Sete Praias. O lanche foi essencial para recarregar minhas energias durante a caminhada de quase 5 horas. Escolhi o de caprese, feito com pesto de manjericão, tomates frescos e queijo canastra na ciabatta de fermentação natural (R$19). Outro bem saboroso é o pão de forma artesanal de fermentação natural recheado com tahine de amendoim e saladinha.

Serviço
Restaurante Mangarito – Rua Capitão Felipe, 406
Tel. (12) 3835-1586

O Kone Sushi – tudo junto e misturado

Imagina um restô que mistura comida japonesa, mexicana e peruana? OKone foi uma grata surpresa, saí rolando, mas valeu a pena (rsrs). A casa fica no centro de Itaguá e é bastante disputada à noite. Tem rodízio (a palavrinha mágica né!) e você pode escolher comer tudo de uma vez ou tentar ser uma pessoa educada e optar por apenas um tipo de gastronomia. Lóooogico, comi as 3 porque, afinal, não tô nesse mundo de brincadeira (rsrs). Haaaa, dá pra pedir à la carte também!

Serviço
OKoni Sushi – Rua Leovegildo Dias Vieira, 752 – Praia Itaguá
Tel. 12 3836 1796 – Almoço de quarta a segunda: 12h às 16h. Jantar todos os dias
18h às 00h

Jundú Praia Bar:

Que tal aproveitar o mar e beliscar delícias no quiosque Jundú Praia Bar? O restaurante fica nas areias de Prumirim e tem comida caiçara. Arroz, peixe, farofinha de banana, camarão… Só de pensar já me dá água na boca. Não deixe de pedir ainda a banana com sorvete e farofa de paçoca! Não tá com fome? Pede uma barca só de breja! Tem coisa melhor?

Serviço
Jundú Praia Bar – Rua Vereda 10 – Praia do Prumirim
Tel. (12) 99744-6270/ (12) 3845-3027 Aberto todos os dias/ música ao vivo nos fins de semana

Dica bônus: sorveteria Ubá

Depois de comer nos melhores restaurantes de Ubatuba, é hora de conhecer uma das sorveterias mais famosas da cidade: Ubá. Todos os gelatos são artesanais e a casquinha é feita na hora! Pensa em uma pessoa que gostaria de ter um estômago gigante para provar todos os sabores? Fiquei tontinha no momento de apontar minhas escolhas! Fui no sorvete de côco e paçoca :). Na lista há ainda opções sem leite e sem açúcar. Ao todo, são aproximadamente 15 sabores de gelato e 20 de paletas.

IMG_7408

Minha escolha: sorvete de coco e paçoca

De acordo com um dos sócios, Carlos Eduardo Manso, os sorvetes duram no máximo 4 dias na vitrine. “Não há conservantes e nem polpa. São utilizadas frutas frescas”, conta. Os gelatos vão de R$ 9 a R$ 13 e os picolés custam de R$ 5 a R$11.

Serviço:
Uba! Sorvetes Artesanais – Rua Guarani, 601
Fone: (12) 3832-5070
Capacidade da loja: 50 pessoas

*Crédito das fotos: Renata Telles

 

Anúncios