Tudo mini: conheça o site que vai te fazer economizar em viagens

Já falei por aqui algumas vezes o quanto é importante a gente planejar o que vamos levar na mala. Muitas vezes colocamos produtos pesados e roupas que ficarão dentro da bagagem por toda a viagem.

Essa semana estava na internet e uma amiga me mandou o link dessa loja. Quase infartei quando entrei. Que demais!!! Eu, que sou super cuidadosa no tamanho dos produtos que levo (justamente pra não pagar excesso de peso), fiquei de cara com a página. Nela você acha TUDO, eu disse TUDO, em tamanho mini. É um site pensado pra quem viaja, acampa ou passa a maior parte do tempo dentro de um carro ou escritório.

Mais uma vez minha gente, praticidade é tudo nessa vida!!

Além dos kits óbvios (shampoo, condicionador, sabonete…), você acha remédios (tylenol, band-aid, tesoura…), suplementos, comida (biscoitos, geleias…), produtos para pet, crianças, nécessaire, enfim, TUDO EM TAMANHO PEQUENO!

Agora vem a notícia ruim…. rs É um site internacional, mas eles fazem entrega pro Brasil! Precisa pedir com bastante antecedência… rs

 

Anúncios

Cuba: o que fazer em Cayo Largo

Cayo Largo (ou Cayo Largo del Sul) é uma pequena ilha do Caribe e para chegar até lá, só de avião. São apenas 30 minutos no ar saindo de Havana (clique aqui para saber mais). A recepção no pequeno aeroporto Vilo Acuña é animada. Enquanto você espera sua mala na esteira, há a apresentação de um grupo de salsa. Confesso que estava morrendo de sono (era 7h da matina) e só queria entrar no transfer e dar de cara com aquele mar cristalino!

DCIM108GOPROG1819404.JPG
Playa Sirena

Fiquei três dias na ilha e sinceramente não recomendo menos tempo. Prepare-se para fazer absolutamente NA-DA! O destino serve pra isso, relaxar, dar uma caminhada, se bronzear, comer, dormir, ler…. eu posso dizer que realmente consegui desacelerar nesse lugar! Minha terapia sem rivotril!

IMG_4531
Ler, comer, mergulhar, dormir… Relaxe em Cayo Largo

A praia em frente ao hotel

No primeiro dia aproveite pra dar uma reconhecida no local. Circule pelo resort (só há opções de resorts, sem casas de família), se delicie com uma piña colada (comidas e bebidas inclusas no pacote) e dê um mergulho na praia localizada em frente ao hotel. Há espreguiçadeiras e guarda-sol for free!

IMG_5033
Espreguiçadeiras em frente ao resort (Foto: Renata Telles)

Eu me hospedei no Pelicano. As diárias vão de 250 até 1000 e pouco reais dependendo do quarto escolhido. Eu fui no mais simples e curti (espaço grande, ar condicionado)!

Convenhamos: você vai passar o dia todo fora, na praia, pra que pagar caro num quarto? Hellooooo!

Os resorts são todos bem parecidos em relação à estrutura e atendimento. São antigos, precisando de reforma. A comida não é tão legal, é pesada e gordurosa, mas vai de gosto ne! (lembra muito a de cruzeiro…🤢). Reservei meu quarto pelo site Logitravel (bom porque parcela em 1000 vezes!)

Ilha das Iguanas

Na manhã seguinte, já relaxada, marque um passeio de catamarã (95 cucs – você compra direto no resort). Durante a programação é possível fazer snorkeling (no dia que fui o  mar estava mexendo muito..) e conhecer a Ilha das Iguanas!

DCIM107GOPROGOPR8816.JPG
Ilha das Iguanas (Foto: Renata Telles)

Genteeee é a coisa mais linda do universo! Como o nome já diz, o lugar é lotado de iguanas! Tive até que tomar cuidado pra não o tropeçar em um bichinho rs. Lá não há quiosques, comida ou qualquer estrutura. Apenas os répteis e, sim, eles são donos de tudo! Por isso é necessário cuidado e respeito! Nada de tocá-los ou alimentá-los!

Lembre-se: nós somos os intrusos ali!

IMG_5858IMG_5860IMG_5842

O passeio dura o dia todo e inclui almoço. Como não curto lagosta, fiquei no ovo mesmo.. rs

IMG_4660
Meu almoço… Mas também tinha lagosta

Playa Sirena 

O terceiro e último dia pode ser uma ótima opção pra caminhar pelas praias Sirena e Paraiso. Foi o que eu fiz! 🙂 A Sirena tem cerca de dois quilômetros, possui muitas palmeiras e nenhum resort por perto. O mar turquesa é calmoo (quase uma piscina) e nas areias há restaurante, bar e lojinha de artesanato. Pra chegar até lá você tem duas opções: pagar 5 cucs no transfer do hotel ou 2 cucs em um taxi (obviamente, escolhi a segunda opção).

DCIM106GOPROG1037326.JPG
A vontade é de ficar pra sempre no mar

IMG_4710

Playa Paraiso

De lá você pode pegar um novo taxi até a praia Paraiso (5 minutos de carro) ou ir andando… Eu preferi caminhar. O percurso dura uma horinha, mas você vai parando pra tirar fotos, dar um mergulho… recomendo a experiência.

DCIM110GOPROG2190538.JPG
No caminho pra Playa Paraiso

Essa praia é naturalista, o que quer dizer que você pode dar de cara com nudistas. Eu ainda fico meio constrangida com isso, não consigo me acostumar e nem tirar a minha roupa… rs  O uso de trajes de banho ali é opcional, então eu não estava infringindo nenhuma lei…

IMG_5236
Olha esse mar! Não precisa nem de filtro ne

O mar é mais movimentado que a Sirena, por isso, tome cuidado! Haaaa e fique atento para ver estrelas do mar, tartarugas marinhas e diferentes espécies de peixes… Só pra você ter uma ideia, a Playa Paraiso foi considerada a quarta melhor do mundo pelo Tripadvisor no ano de 2016. Não é pouca coisa não ne?!

 

P.S: Recomendo levar uma mochila com água e lanche se for fazer a caminhada entre Sirena e Parayso!

Quando ir à ilha

A alta temporada vai de dezembro a março (ou seja, preços mais altos), por outro lado, é a melhor época pra visitar Cayo Largo. A temperatura beira 30 graus e à noite rola um ventinho frio. Se você for mais pro meio do ano (julho ou agosto), o calor estará duas vezes mais infernal.

Bom saber: o período de furacões vai de junho a outubro.

Mais sobre Cuba:

Como chegar em Cayo Largo

Um guia completo pra você curtir Havana

 

 

 

 

Missão Cuba: como chegar em Cayo Largo

Tudo que eu queria era ficar estirada na areia bebendo mojito e olhando pro mar cristalino do Caribe. Mas até chegar a essa cena de filme… senta que lá vem historia!

IMG_5716
Ir para Cayo Largo não é uma tarefa tão fácil! Para chegar até o paraíso, é preciso paciência. Alias, é necessário encarnar praticamente o Dalai Lama. Você só pode chegar até a ilha pela Cubatur (empresa do governo).

 

Primeiro é preciso enviar um e-mail à agência e checar vagas e preços (eu queria deixar tudo organizado do Brasil para não chegar em Cuba e ter problemas, mas vc tb pode fechar a viagem direto em um dos hoteis cadastrados na cidade, sempre com 48h de antecedência).
A meditação já começa por aí! Você envia uma, duas, três mensagens pro endereço geral e eles simplesmente NÃO respondem!  Mas como sou brasileira e não desisto nunca, fui lá fuçar o Facebook deles e descobri o email de um funcionário (anota aí que você vai precisar! ernesto.perez@opcional.cbt.tur). Prontinho, um dia depois lá estava a resposta na minha caixa de correio. Só que o Ernesto devia ser muito ocupado e encarregou a Naila (naila.rodriguez@opcional.cbt.tur.cu) para completar minha venda. E cadê Naila? Gente, eu só queria pagar e ela não mandava o bendito boleto bancário (pensei: vai dar merda!).

 

Dois dias antes da viagem ela me passa o documento, eu pago tipo 5 minutos depois e no fim do dia chega a passagem aérea no email (detalhe: a passagem era um bilhete escrito a mão). “Vai dar merda, pensei de novo”.

 

“Oi Naila, mas qual o horario do voo”?, pergunto. A resposta me deixou mais cabreira. “Não dá pra saber, você precisa ligar pra agência um dia antes e checar o horário”, ela me disse. “Vai dar merda! Eu não quero ser negativa, mas esse sentimento me contaminava…”

Nesse meio tempo, reservei o resort Pelicano. Existem poucas opções nas ilhas e apesar da diferença de preços, quase todos eles oferecem os mesmos serviços e comida (não é lá essas coisas não viu… construções antigas, instalações que precisam de uma reforma, comida razoável, mas é o que temos. Aceitemos people, Cuba não é Cancun ou Maldivas)

 

Chegando em Havana, um dia antes da viagem lá fui eu atrás do meu horário de voo. Preferi ir pessoalmente à agencia turística (instalada dentro do Hotel Inglaterra, no centro) pra conferir ao invés de ligar e correr o risco de entender algo errado. Quando você compra o boleto aéreo já esta incluso o transfer para o aeroporto (menos uma coisa pra pensar). A atendente, então, dispara: “O ônibus vai passar às 3h, o ponto de encontro será no Hostel São Miguel”

 

“Vai dar merda! 3h da manha? E se o ônibus não aparecer?” A sorte que o Hostel São Miguel ficava literalmente do ladinho de onde estava hospedada. Às 2h30, o moço do meu hostel me ajudou a descer a mala e me levou ao ponto de encontro. 3h10 apareceu um ônibus e eu quase chorei de emoção! Pronto, mais uma fase completa: vou pro aeroporto.

 

30221748_10215614878869283_6516228144158998528_o
O pequeno aeroporto de Cayo Largo (Foto: Renata Telles
Dentro do ônibus a guia informou que iríamos voar às 6h (Jesus, tinha tempo suficiente pra tirar uma soneca). Fiquei esperando, esperando e na hora do embarque avistei o aviãozinho que iria entrar… sim, bem inho mesmo (agora sim, vai dar merda! Parece que o avião é de papel). Mas, mais uma vez, eu estava errada. O voo foi um dos mais tranquilos que já tive e ainda fui recebida em Cayo Largo com grupo de salsa. Um ônibus nos esperava na chegada para nos levar até os resorts.

 

30222043_10215614880589326_5497796221802119168_o
O avião que peguei pra chegar e sair de Cayo Largo
Pronto! Deu certo! E tive os 3 dias mais maravilhosos da minha vida! Na volta pra Havana, segui as mesmas instruções: checar o horário de voo um dia antes na recepção do resort. Eu ainda dei sorte do meu avião sair só à tarde (aproveitei algumas horinhas a mais de praia). Se vale a pena? É uma bagunça organizada, mas você chega lá!!

 30261327_10215614876429222_1282460840695431168_o

Passo a passo pra Cayo Largo

1 – Envie e-mail ou ligue para Cubatur (+53) 7 838 4597. É importante escrever tudo bemmm explicadinho….
2 – Eles vão te perguntar se você prefere depósito em conta ou cartão. Eu optei pelo cartão, é pag seguro.
3 – A Cubatur envia o boleto aéreo para o seu e-mail. Imprima e apresente no embarque do bus.
4 – Um dia antes da sua viagem, ligue pra agência e confira o horário do seu voo. Não dá pra escolher, pode ser que você voe de manhã ou no fim do dia. Se preferir, vá pessoalmente à agência (eu fui no Hotel Inglaterra (End: 416 Paseo de Martí, Havana)
5 – Eles são bem pontuais, esteja no ponto de encontro na hora combinada.
6 – Além de Cayo Largo, é possível fechar outros passeios por Cuba. Consulte o site. Pra quem não tem muito tempo, a empresa também faz Cayo Largo em 1 dia, bate e volta. Mas não recomendo… Você vai ver tudo correndo.