Quem acompanha meu Instagram sabe que eu tava mochilando pela Ásia em novembro. E um dos lugares que mais amei visitar foi a Indonésia e suas ilhas paradisíacas. Por aqui, vou falar um pouco sobre Nusa Penida. O que ver, como chegar, vale a pena?

Índice

Onde fica

Localizada no Sudeste de Bali, Nusa Penida é a maior das três ilhas que se forma na região (as outras duas são Nusa Lembogan e Nusa Cemingan). A ilha é perfeita para um bate e volta, já que fica a 40 minutos de Bali, mas se quiser curti-la com mais calma, também rola dormir em pousadinhas. Nusa Penida ficou famosa por seus atrativos naturais e praias paradisíacas, ainda pouco exploradas pelo turismo de massa.

Porto em Nusa Penida (Foto: Renata Telles)

Como chegar

Para chegar até lá, é preciso pegar um ferry em Sanur (20 minutinhos do aeroporto). É legal comprar o seu bilhete antes. Neste site, você consegue ver todas as empresas. A última barca de volta até Bali é às 17h10.

Barca rápida (Foto: Renata Telles)

Quando ir

A melhor época para visitar a Indonésia é entre os meses de abril a novembro, temporada de seca por lá. De dezembro à março, começa a época das chuvas.

Dá pra ir sozinha?

Rola ir sozinha,sim, mas você precisa saber que: ao desembarcar em Nusa Penida, você terá que alugar uma moto para chegar até as atrações turísticas. Como a ilha é MUITO GRANDE, quase tudo fica distante.

Vale frisar que as estradas são superperigosas (presenciei vários acidentes), estreitas e esburacadas. Se você não não está acostumada a dirigir moto, recomendo fechar um tour com agência (foi o que fiz e não me arrependo). O meu passeio incluía carro com ar-condicionado (faz um calor desgraçado!), almoço e visita às atrações.

O que visitar

Geralmente, os tours são divididos em “lado leste”e “lado oeste”. Não dá tempo de visitar tudo em 24 horas. Eu separei 2 dias em Nusa (sempre bate e volta).

Lado Oeste

Kelingking Beach

O cartão postal de Nusa Penida! Você provavelmente já deve ter visto essa foto rodando o Instagram, né? A praia tem uma formação rochosa chamada de “Tiranossauro Rex”, justamente, por parecer o réptil pré-histórico. É considerado um dos mirantes mais incríveis do mundo!

É possível descer até a praia por uma trilha, mas ela tem pouquíssima estrutura. É tudo na base de cordas, pedras e galhos de madeiras pra se apoiar… A descida leva uns 40 minutos e, segundo relatos de turistas que já visitaram a praia, o mar é bem agitado. Eu passei adiante essa aventura porque fazia muito calor e não estava preparada fisicamente (alô sedentarismo. rs)

Kelingking Beach (Foto: Renata Telles)

Broken Beach

A Broken Beach é outro ponto imperdível. O lugar era uma caverna que perdeu seu teto. Com isso, acabou formando um grande círculo e uma ponte natural rochosa. Infelizmente, não rola mergulhar. Assim como a maioria das atrações turísticas de Nusa Penida, a praia é apenas para observação.

Broken Beach (Foto: Renata Telles)

Angel’s Billabong

A três minutinhos da Broken Beach fica a lindíssima Angel’s Billabong. Ali, era possível aproveitar sua piscina natural, mas, desde 2018, o mergulho foi proibido. Um grupo de turistas morreu no local, atingidos por ondas gigantescas. Elas realmente quebram bem nas pedras e não tem como fugir… Então, o local se tornou mais um ponto de observação.

Angel’s Billabong (Foto: Renata Telles)

Crystal Bay

Mais uma praia paradisíaca, mas, dessa vez, ROLA MERGULHO! Uma faixa de areia todinha pra você, sem precisar fazer trilhas cansativas rs. Você pode relaxar e praticar snorkeling.

Crystal Bay (Foto: Renata Telles)

Lado Leste

Diamond Beach

Uma das praias mais maravilhosas que visitei! Sem dúvida, ela precisa fazer parte do seu roteiro! Assim como a Kelingking Beach, ela tem um mirante incrível e também rola descer até a praia para dar um mergulho.

A boa notícia aqui é que os locais construíram escadas para facilitar a descida. Entretanto, no finalzinho, você precisa encarar algumas pedras e se segurar em cordas. Eu sofri pra descer e subir, mas pra quem tem bom preparo físico, é bem tranquilo.

Diamond Beach (Foto: Renata Telles)
Trilha até a praia (Foto: Renata Telles)
Diamond Beach (Foto: Renata Telles)

O balanço

No meio do caminho, você vai se deparar com ESSE BALANÇO SURREAL! Eu não pensei duas vezes e paguei pra andar. Não é baratinho não…. custa 300 mil rúpias (cerca de R$88). Você fica “no ar” durante uns 10 minutos… mas olha, foi uma das experiências mais sensacionais que vivi. Adrenalina máximaaaaa!

Atuh Beach

Fica do ladinho da Diamond Beach e, claro, mais um paraíso imperdível. Dá pra mergulhar, porém, você precisa descer… adivinha? hahahahaha escadas! Gente, o que eu subi e desci nesses dois dias de tour… tô praticamente Gracyanne Barbosa hahahahaha.

Atuh Beach (Foto: Renata Telles)

Rumah Pohon Tree House

Mais uma atração que vai fazer você exercitar as perninhas… rs Esse ponto ficou famoso por conta dessa casa na árvore com vista para a Diamond Beach. Você paga uma taxa (não lembro agora qto foi) e tira fotos na escada (você tem 4 minutos).

O legal é que é possível alugar essa simpática casinha pra dormir pelo Booking. Eu não sei se toparia porque faz MUITO CALOR, mas dizem que à noite rola uma brisa… vai saber!

Tree house (Foto: Renata Telles)

Goa Giri Putri Temple

Para finalizar o tour, eu visitei o Goa Giri Putri, um templo hindu localizado DENTRO DE UMA CAVERNA. Você entra no lugar por uma pequena fenda na rocha e dá de cara com um templo gigante.

A entrada para o templo… rs (Foto: Renata Telles)
A parte interna do templo (Foto: Renata Telles)

Quanto custa

Os pacotes variam, mas a base de um day tour por Nusa Penida, com passagens ida e volta de lancha rápida, almoço, água e carro incluso, custa cerca de $55. Confira aqui todos os tours!

Refeição inclusa com bebida em tour (Foto: Renata Telles)

O que levar na mochila

Apesar dos tours incluírem água, eu recomendo que todos levem garrafas na mochila. O calor lá não é brincadeira. Também vale separar alguns snacks e frutas (nas praias não há qualquer quiosque), boné e filtro solar. Vá de tênis por conta das trilhas, mas carregue um chinelinho na bolsa.

Onde dormir

Se você tem tempo sobrando, vale dormir na ilha. Tenha em mente que o lugar ainda está em desenvolvimento, por isso, as hospedagens serão simples. Tudo é bem roots em Nusa Penida.

Confira uma lista de pousadas aqui!

Leia mais:

VAI VIAJAR? RESERVE AQUI!

Você sabia que quando você faz uma reserva com um link aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não é taxada a mais por isso e ainda ajuda o Ela que Ama Viajar a criar muitas matérias de qualidade! Bora reservar?

🎫 Passeios e ingressos: Get Your Guide

🛌🏻 Hospedagem: Booking

💙 Seguro viagem: Real Seguros (compre com 10% de desconto)

📱Chip de Viagem: Viaje Conectado

🧳 Indenização rápida em caso de voos atrasados e malas extraviadas: Voe Tranquilo

Anúncios