Chile: um passeio encantador pela vinícola Concha Y Toro

O Chile é um dos países mais queridos da América Latina (pelo menos pra mim!). Toda vez que piso em Santiago sou recebida como uma local. Todos os chilenos são muito queridos e solícitos (e olha, não to puxando o saco não. Dos povos mais simpáticos, Chile, Tailândia e Nepal ganham disparado).

Pois bem, tive o privilégio de visitar novamente o país, dessa vez, a convite da Casillero del Diablo (sim, aquele vinho delicioso que tem o desenho de um capetinha gente boa). Fui conhecer os lançamentos da marca e claro, aproveitei pra visitar a vinícola mais famosa do Chile: Concha Y Toro, localizada em Pirque. Foi ali que nasceu o centenário Casillero, além de outros vinhos. Durante o passeio aprendi a diferenciar algumas bebidas, conferi a produção master da marca e fiquei sabendo que os principais shoppers são mulheres! Ou seja, estamos ficando pós-graduadas quando o assunto é vinho

Realizei um tour que durou aproximadamente uma hora e conto aqui como foi a minha experiência. Partiu?

IMG_7357
Nos jardins da mansão da família Concha y Toro. O lugar foi fundado em 1883.

Como chegar

Dá pra ir de metrô –> Pegue a linha 4 – azul escuro – vá até a Estação Las Mercedes. Deixe o local pela saída Concha y Toro Oriente e pegue um dos mini ônibus da vinícola. Ele sai de meia em meia hora, das 9h às 16h30. O bilhete de ida e volta custa CLP $2.000. Você também pode pegar um táxi da estação, cerca de CLP $4.000, ou um ônibus (linhas 73, 80 ou 81).

De carro –> Pegue a rodovia Autopista Vespucio Sur. Vire à direita na saída Salida 39 Departamental Vicuña Mackenna. Siga em frente. Cerca de 5 km depois, a Avenida mudará o nome para Avenida Concha y Toro. Atravesse o Rio Maipo (ponte San Ramon) e vire à direita: você chegou a Avenida Virginia Subercaseaux. A primeira entrada à direita é a vinícola Concha y Toro

Transfer –> Existem muitas agências turísticas que fazem o passeio, na minha passagem pelo país eu conheci a Vem pro Chile. Fui super bem atendida pelo dono, Jorge, e ainda consegui uma promoção para os meus seguidores. Ele faz tour por vários lugares, entre eles, Cajon del Maipo, Baños Colinas, Valparaiso, etc.). Na compra de qualquer passeio, ganhe 15% de desconto! Basta falar no meu nome ou citar o Ela que Ama Viajar.

De carro/transfer a viagem dura mais ou menos uma horinha.

A compra do ingresso

Existem dois tipos de tour, eu escolhi o tradicional, mas ainda existe o Tour Marques de Casa Concha, que inclui degustação de queijos finos.

O passeio

A gente mal chega e já ganha uma taça para as degustações (você pode levar ela pra casa depois). O passeio começa nos jardins (que coisa mais lindaaaa, me senti num filme!), era ali que a família Concha Y Toro passava as férias de verão no fim do século XIX. Você começa andando por toda a área externa, passa pela mansão (no dia que eu fui ela não estava aberta) e circula entre as 26 cepas de uvas viníferas (dá pra provar as frutas!).

IMG_7382
Olha o humilde jardim da família…
IMG_7373
Degustação do primeiro vinho
IMG_7381
A mansão! No dia que eu fui estava fechada, mas dá pra visitar
IMG_7375
As cepas de uva: prove um cachinho, as frutas são deliciosas

Entre uma degustação e outra, você faz ainda uma visita às bodegas, entre elas, a tradicional Casillero del Diablo. O lugar, by the way, já suportou diversos terremotos. É nesse momento que a maior lenda da indústria mundial é contada! As luzes se apagam e você é transportado para o século XIX.

IMG_7383
Visita à adega subterrânea onde nasceu a lenda do el diablo…

A lenda: Don Melchior construiu uma adega subterrânea pra guardar seus melhores vinhos. Entretanto, começou a ser furtado e para afastar ladrões inventou que toda noite o diabo aparecia em sua “caverna”. Desse jeito ele conseguiu salvar suas relíquias… Espertinhoo né! A história ficou famosa e… virou vinho! No fim do passeio, você é levado ao lugar que o el diablo se esconde… Saca só!

IMG_7384
O diabinho camarada no fundo…

O almoço

Acabou? Só se você quiser! Complete o tour com um almoço no restaurante Concha y Toro (não está incluso). O cardápio possui diversas opções (carnes, peixes e pratos veggies), além de uma infinidade de vinhos… Como escolher? Fiquei louca!!! Optei por um rosé ma-ra-vi-lho-so, que infelizmente não tem no Brasil… 🙁

IMG_6269
Minha escolha para o almoço
IMG_6272
No prato principal escolhi salmão com nhoque ao molho de funghi (só de lembrar já me dá fome)

 

IMG_6273
Não deixe de pedir sobremesa: o cheesecake é delicioso

Se valeu a visita? Ir ao Chile e não conhecer a vínicola Concha Y Toro é como viajar a Paris e não ver a Torre Eiffel!

Ficou com dúvidas? Escreve aí que te respondo!

 

 

♥ Vai viajar pra fora do país e quer continuar conectado sem pagar muito? Compre o chip da YesBrasil. Digite o código promocional EQAV e ganhe 5 dólares de desconto!

♥ Tá procurando hotel, pousada, hostel? Reserve seu quarto pelo Booking

Anúncios

13 comentários em “Chile: um passeio encantador pela vinícola Concha Y Toro

  1. o chile ja estava no topo da minha lista, com esse post você conseguiu subir mais ainda! eu sou apaixonada pelo casillero del diablo, amo esse vinho e quero muito conhecer a concha y toro, gosto muito dos vinhos deles!!!

    fiquei curiosa com esse rose que nao tem aqui, ia querer beber só esses vinhos dificeis pra gente!! hahaha

    ameeei!

  2. Amo amo amo o Chile! Tudo do Chile me traz boas lembranças. Menina, você acredita que fala a mesma expressão que você? “Ir ao Chile e não conhecer a vinícola Concha Y Toro é como viajar a Paris e não ver a Torre Eiffel!” hahahaha Algumas pessoas acham graça, mas é a mais pura verdade. Suas fotos ficaram lindíssimas… e que cardápio é esse de dar água na boca?! putz.. adorei

  3. Sem dúvidas é um passeio lindo e muito prazeroso na capital chilena! Também tive a oportunidade de conhecer essa bela vinícola, mas não almocei e em falar nisso, que comidaaaaaa linda, salivando já…kkkkk. As fotos estão lindas e o post super bem detalhado.

  4. Que saudades do Chile. Eu também fui de metro, sendo que na minha época, não havia o mini bus da vinícola…. peguei um táxi até lá. Muito bom saber que a vinícola está disponibilizando esse um ônibus para chegar nela. Ainda tenho as taças do tour! E vc, guardou a sua?

Curtiu? Tem dúvidas? Deixe um comentário que te respondo rapidinho!