Projeto busca voluntários para rodar o mundo (e ainda paga 2500 euros por mês)

Aquele momento que você lê… para…. Pensa… Reflete… Devo largar tudo? A proposta é bem tentadora! O World Life Experience divulgou que procura 12 voluntários para viajar durante um ano por 40 países da Europa, Ásia, África, Américas e Oceania com TODAS as despesas pagas pelo projeto (comida, hospedagem, seguro médico). O negócio já estava bom ne? Mas aí o coração dispara e você tem mini infartos: eles ainda oferecem um salário mensal de 2500 euros.

Os 12 participantes (6 homens e 6 mulheres) deverão publicar textos e vídeos na página do World Life Experience, além de atualizar as mídias sociais. Difícil ne…;). O grupo viajará junto e cada um terá uma função. O objetivo é incentivar a responsabilidade social, além de realizar trabalhos voluntários.

Inscreva-se já!

Preencha um formulário na página (clique aqui!) e pague uma taxa de 9 euros (2,50 são doados a uma ONG). É preciso ter inglês intermediário e idade entre 20 e 35 anos. As inscrições terminam dia 20 de junho!

A viagem pelo mundo terá início em 15 de setembro e o ponto de partida será Lisboa, em Portugal! Vou lá me candidatar e já volto! <3

 

 

Anúncios

Vai para Porto de Galinhas? Então você precisa ler esse post agora!

O Nordeste sempre me encantou por conta das praias, mas quando conheci Porto de Galinhas, em Pernambuco, fiquei deslumbrada com tanta beleza! Foram apenas 4 dias, mas o suficiente para me apaixonar! Então separei um pequeno roteiro para quem quiser conhecer esse paraíso!

18444461_1807977406108404_4175724637197434880_n
Passeio de buggy

Dia 1 👉 Não deixe de fazer o passeio de buggy de Ponta a Ponta (imperdível, ainda mais pra quem ficará pouco tempo). Conheci as praias de Muro Alto, Cupê, Vila de Porto, Maracaípe e por fim, paramos no Pontal de Maracaípe (onde peguei uma jangada para visitar a fauna e flora dos manguezais. Ali ainda há diversos cavalos-marinhos. Almoce no João Restaurante. Gente do céu, quase saí carregada de lá! Que comida gostosa! Sente esse camarão no abacaxi (foto)! Ainda teve cartola (famosa sobremesa local feita com bananas fritas, coberta com queijo manteiga e polvilhadas com açúcar, canela e granuladooo), além de uma caipivodka de cajá com manjericão!

18382235_1754942608131024_6727901325259964416_n
Camarão no acabaxi do João Restaurante <3
IMG_6089
Cartola, um dos doces locais: bananas fritas cobertas com queijo manteiga e polvilhadas com açúcar, canela e granulado de chocolate. Só de pensar nessa sobremesa, já fico com fome!

Dia 2 👉 Ir a Porto e não conhecer as piscinas naturais é como visitar Paris e não ver a torre Eiffel. Por isso, se jogaaa! As jangadas partem da praia da Vila e levam às piscinas formadas na maré baixa. É bom ficar atento à tábua de marés para saber o melhor dia e hora senão você não consegue ver nada! A viagem até os recifes e corais dura cerca de 15 minutos. Kit essencial para mergulho (você vai ver centenasss de peixinhos coloridos):  snorkel e pé de pato (normalmente as jangadas oferecem).

IMG_6393
Olha quantos peixinhos fofos nas piscinas naturais

Dia 3 👉 Separe esse dia inteirinho para conhecer a Praia dos Carneiros, considerada uma das mais belas do mundo! Ela fica a 58 km ao sul de Porto. O acesso não é tão fácil, mas vale a pena. Você ficará de queixo caído com o visual, suas piscinas naturais e a igrejinha de São Benedito. Para chegar à praia, é preciso usar o estacionamento (pago) de um dos restaurantes do local ou fechar um passeio de barco até lá. Almoce no Beijupirá, casa de peixes super famosa!

02
Praia dos Carneiros e sua famosa igrejinha de São Benedito

Dia 4   👉 Passeie pelo centrinho da vila. Lá há restaurantes para todos os gostos e bolsos, bares, lojinhas e artesanatos. O agito rola de dia à noite! Visite ainda o ateliê do artista plástico Gilberto Carcará! Ele usa troncos e raízes de coqueiros mortos como matéria-prima para criar peças inusitadas e as famosas galinhas de Porto, que estão por toda a vila! Carcará também faz quadros com madeira de reciclagem e esculturas a partir de coco seco. 👏🏻 Visitei o local e ele, gentil, ainda me presenteou com uma pequena escultura (de galinha, claro! <3 )

18580255_742093475951481_216175672626774016_n
Visitei o ateliê do artista plástico Carcará e me apaixonei pelo ambiente

Dicas infalíveis para viajar barato

Não sou rica (infelizmente), mas planejo muito bem minhas trips! Entao vem comigo!

💡Dicas para viajar barato:

👉 Compre a passagem aérea com 2 meses de antecedência. Quanto mais longe, mais barato.

👉 Terça-feira costuma ter promoções. Já o dia de sábado é bem mais caro.

👉 Viajar de manhã é lindo, mas custa o dobro do preço. Prefira passagens à noite ou na madruga

👉 Dezembro, Janeiro, Fevereiro, Junho e Julho são alta temporada. Preços de passagens e hoteis custam um absurdo! Escolha abril, maio, setembro… o período é super em conta

👉 Ter um programa de milhagens ajuda muito na hora de fazer uma trip! Pelo cartao de credito é o meio mais fácil de juntar pontos. Dependendo do banco, vc acumula até 3 pontos por 1 real gasto. Consulte o seu! No @itau não tenho do que reclamar. Tenho acumulado tudo lá e depois transfiro para @smiles.oficial ou @latamairlines

5 passeios que você não pode perder na Chapada Diamantina

Vou começar o blog com uma viagem bem zen: Chapada Diamantina, na Bahia. Um lugar tão pertinho da gente, mas que nem sempre damos tanto valor. Eu pelo menos não dava… Pensava: hummm.. não conseguirei fazer trilhas, não sou esportista, só tem cachoeira lá, entre mil motivos idiotas para não ir.

Até que decidi encarar o desafio. Precisava descansar, desestressar e voltar à selva de pedra renovada. Comprei uma passagem de 200 mangos (isso mesmo!) para Salvador e de lá peguei um teco-teco até Lençóis. Na chegada ao aeroporto, procure dividir um taxi com outros passageiros. Tudo é pequeno, não tem mistério. Paguei R$25, se fosse sozinha gastaria pelo menos R$90.

IMG_3383
Chegandooo na Chapada!!!

Mas chega de bla, bla, bla né! Vamos ao que interessa: o que não perder na Chapada! Haaa já ia me esquecendo, uma dica importantíssima!! Comece o roteiro com trilhas medianas, depois arrisque algo mais longo e deixe para os últimos dias os passeios lights (você já estará esgotada e com dor no corpo todo, aí é só curtir as cachoeiras em torno de Lençóis, que requerem caminhas leves.

1 – Morro do Pai Inácio – O cartal postal da Chapada! Fiz no meu primeiro dia. Para subir até o cume bastam 20 minutos de caminhada. Do alto você curte um visual deslumbrante. Deixe pra subir mais no fim da tarde! Vc terá um superbrinde: o pôr-do-sol 🙂

FullSizeRender(2)
Fim de tarde no Morro do Pai Inácio

2 – Gruta da Pratinha – Peguei uma pequena trilha para chegar até ela (onde brota um rio de água azul). Na parte da gruta, você paga cerca de R$15 e aluga um snorkel (é possivel ver formações rochosas e peixes). Eu preferi ficar do outro lado do rio descansado. Is up to you!

IMG_3735
Gruta da Pratinha

3 – Rio Mucugezinho e Poço do Diabo – dá para fazer os dois passeios juntos. O rio dá origem a diversos poços, entre eles, o do Diabo, com 20 metros de queda d’água. Você chega em 20 minutos de caminhada. Logo abaixo há uma pedra com 22 metros de altura onde pratica-se rapel. Dá pra mergulhar? simmm!! E por quê então tem esse nome macabro? Segundo os guias locais, havia uma superstição… Quem caía na garganta da cachoeira só aparecia no poço no dia seguinte. Há ainda uma segunda versão: Dizem que os senhores jogavam os escravos que os desobedeciam lá embaixo… 🙁

IMG_4431
Poço do Diabo

4 – Cachoeira da Fumaça – olha, não vou mentir.. Foi um desafio chegar até ela, ainda mais que não sou atleta. Mas dá pra chegar! São 6km (2horas de caminhada!) em um terreno cheio de pedras e terreno íngreme. Mas vá apreciando as diferentes espécies de plantas, medite, cante…. rs No fim dá tudo certo e quando estiver láaa no alto vai dizer a si mesma: valeu a pena! Ela tem 340 metros e é a segunda maior do Brasil!!! É tão alta que a água não chega até o chão e evapora, formando uma espécie de fumaça.

IMG_4296
Depois de 2 horas andando, descanso e meditação na Cachoeira da Fumaça

5 – Cachoeira do Buracão – Incrível e sem dúvida a minha preferida!!!

IMG_3992
Cachoeira do Buracão: você pode nadar até lá ou atravessar se segurando nos paredões. As duas opções são tranquilas

Mas Renata, e o Poço Azul? Eu deixei de fora pq aquela cor linda azul não é algo assim tão fácil de encontrar. Você precisa visitar o local de fevereiro a outubro, das 13h30 às 14h30. Eu viajei em outubro e o tempo não estava colaborando… Ia chegar lá e ver uma gruta escura… 🙁

Dica: Parece óbvio, mas não custa lembrar: leve em sua mochila pelo menos 2 litros de água, frutas, comida, boné e repelente em TODAS as trilhas. Muitas delas não tem estruturas (lanchonetes, etc..). Haaa, não fiz esses passeios sozinha, contratei um guia local para ter mais segurança. Super aconselhável! 😉